Adquira sua passagem de ônibus

Origem
Destino
Partida
Retorno
(Opcional)

5 Trilhas no Rio de Janeiro Para Você Fazer e Se Apaixonar!

Aventureiros em Trilhas no Rio de Janeiro

As trilhas no Rio de Janeiro são as atrações turísticas que mais chamam a atenção dos aventureiros de plantão. E não é para menos: a cidade maravilhosa é ainda mais impressionante vista de vista e sua natureza é simplesmente espetacular!

No texto de hoje, separamos 5 trilhas para quem vem até o Rio e quer conhecer um pouco mais sobre ele caminhando rumo até as paisagens mais incríveis. Confira!

Conheça as 5 trilhas no Rio de Janeiro que separamos!

O Rio de Janeiro tem muitas trilhas, por isso, é difícil escolher as cinco principais. Mas, nos esforçamos para encontrar as que mais encantam os turistas e mais fazem sucesso entre os moradores aventureiros. Descubra qual delas te chama mais atenção!



1- Trilha da Pedra do Telégrafo

Homem sentado em Pedra na Trilha da Pedra do Telégrafo Fonte: Riosecretsopots

A Trilha da Pedra do Telégrafo é uma das mais famosas do Rio de Janeiro e está localizada dentro do Parque Pedra Branca. Seu principal atrativo é estar pertinho de um abismo de proporções gigantescas – que faz render fotos impressionante dos turistas simulando estarem pendurados nele.

Mas, a verdade é que a famosa Pedra se chama “Pedra do Cavalo” e está a alguns metros da verdadeira Pedra do Telégrafo. Porém, a fama pegou e hoje há dias em que existem filas para conseguir tirar a foto com o efeito mais incrível da cidade!

Com uma dificuldade moderada, são quase 70 minutos de caminhada íngreme até o topo da trilha. Por isso, vá preparado para se cansar um pouco e – de preferência – tenha um bom guia te auxiliando.

Como chegar até a trilha

A melhor opção para quem vai até a trilha é utilizar o Uber ou um carro particular. Da Rodoviária Novo Rio, são 55 km até a Barra de Guaratiba. Ela começa, especificamente, na Igreja Nossa Senhora das Dores, na Praia Grande. A partir desse trecho, você deve seguir a pé.

O que levar para a trilha

O ideal é que você leve muita água e vá preparado para subir bastante, pois são bons minutos de caminhada. Além disso, leve lanchinhos para fazer no caminho e vá com tênis e roupas confortáveis. Se puder, leve algum dinheiro para táxi ou outro contratempo.

Diferenciais da trilha

O principal atrativo da trilha, como falamos, é a Pedra do Cavalo, que rende boas fotos e uma vista impressionante da cidade. Por lá, é raro haver voos de asa delta ou parapente para turistas. Porém, você pode conversar com sua agência caso tenha interesse de saltar na região.

2 – Trilha da Pedra bonita

Vista no alto da Trilha da Pedra bonita Fonte: Vamos trilhar

A trilha da Pedra Bonita está localizada dentro do Parque da Tijuca, um dos lugares mais visitados da cidade – para quem ainda não conhece o parque, é importante saber que ela fica no setor C.

Embora seja considerada tranquila, você deve ter consciência de que há trechos mais íngremes e sem proteção da mapa, exposto ao sol. Mas, são apenas 40 minutos de caminhada em ritmo lento e a trilha pode ser feita por pessoas em diversos condicionamentos físicos – com ressalvas para quem tem muitas dificuldades de locomoção.

O visual compensa o esforço e do alto da Pedra Bonita é possível ver toda a Orla de São Conrado, além de pontos turísticos incríveis, como o Morro Dois Irmãos, a Floresta da Tijuca e alguns bairros como Ipanema e Copacabana. Você vai se apaixonar!

Como chegar até a trilha

A trilha começa na Estrada da Pedra Bonita. Para chegar até ela, você deve ir até a Orla de São Conrado e seguir em direção a Estrada das Canoas – haverá uma sinalização para seguir adiante e chegar até a entrada.

Quem vem da Novo Rio pode chegar em São Conrado por meio do transporte público. Pegue o VLT linha L2 até a Estação Saara. De lá, pegue o metrô, linha L1 e L4 até São Conrado.

+ Veja Também Saiba Como Chegar e Sair da Rodoviária Novo Rio Usando o VLT!

O que levar na trilha

Como todas as trilhas no Rio de Janeiro, é importante se proteger do sol com protetor e levar bastante água devido ao calor que faz na região. Também vá com roupas confortáveis e, se puder, leve dinheiro em espécie para emergências.

Diferenciais

Na trilha da Pedra Bonita é possível fazer voo duplo de paraglider, além de voos de asadelta e parapente. Se você tem vontade de voar no Rio, na Orla de São Conrado há diversos quiosques vendendo o passeio. Vale muito a pena fazer!

+ Veja Também Voo de Parapente no Rio de Janeiro: Onde Saltar, Quanto Custa!



3- Trilha da Pedra da Gávea

Pessoas na Trilha da Pedra da Gávea Fonte: Youtube

A trilha da Pedra da Gávea é uma das mais espetaculares da cidade – e do planeta! A visão em 360º que ela oferece é, inegavelmente, algo para se lembrar para o resto da vida. Mas, assim como ela é uma das mais bonitas, é também uma das mais difíceis.

São cerca de 3 horas e meia de caminhada em ritmo moderado, entre subidas e descidas que exigem bastante do aventureiro.

Para chegar ao topo da Pedra da Gávea, é preciso utilizar cordas em alguns trechos mais íngremes. Por isso, vá com um guia e se prepare fisicamente.

Quem não quer utilizar as cordas pode chegar até o trecho da Garganta do Céu, uma espécie de fenda que presenteia o visitante com um visual incrível da Zona Sul. Até ela, são cerca de 2 horas de caminhada!

Como chegar até a trilha

Para quem quer chegar até a entrada da Trilha saindo da Novo Rio, é possível fazer todo o trajeto com o transporte público. Basta utilizar o VLT Linha L1 até a Estação Cinelândia. De lá, pegue o metrô linha L4 até a estação Jardim Oceânico.

Depois, vá até a estrada da Barra da Tijuca e siga as placas até a entrada da trilha.

O que levar

Essa é uma trilha bem mais pesada do que as que falamos até aqui. Por isso, leve muita água e lanches para te ajudar a aguentar as subidas íngremes. Não esqueça que para subir até a pedra, será necessário utilizar cordas e equipamentos especiais.

Se você não tiver experiência com esse tipo de aventura, não pense em fazer o trajeto sozinho! Procure um guia turístico e vá em turmas para maior segurança. Evite também sair muito tarde, para não ter que voltar à noite.

Diferenciais da trilha

Sem dúvidas, essa é a trilha mais impressionante de todo o Rio. O visual de 360º inclui a parte urbana, Niterói, o Cristo Redentor e alguns dos principais pontos turísticos da cidade.

Para quem busca lugares inesquecíveis, esse é um dos passeios mais indicados! Porém, não esqueça de contratar um guia e vá em turma. Alguns pacotes incluem equipamentos e o transporte até a entrada da trilha.



4- Trilha do Morro da Urca

Trilha do Morro da Urca Fonte: Rio de janeiro apart rental

Diferente da Trilha anterior, a Trilha do Morro da Urca é bem facilitada e perfeita para quem vai com crianças e até mesmo com idosos. Localizada perto da Pista Cláudio Coutinho, na Praça General Tibúrcio, ela tem hoje sinalizações e pedras para auxiliar na subida.

A subida é pouco íngreme, apesar de alguns trechos que exigem um pouco mais de esforço. O final da trilha é bem abaixo dos bondinhos, onde há um mirante e um restaurante bem bacana para compensar a atividade física.

+ Veja Também Trilha Morro da Urca: Como Chegar, Onde Começar, O Que Levar e Dicas!

Como chegar até a trilha

Para quem sai da Rodoviária Novo Rio, o melhor trajeto é de ônibus ou uber. Quem optar pelo transporte público, a dica é ir até a Via Binário, no ponto e pegar a linha 741 rumo ao Leme. Desça na Rua da Passagem e pegue a linha 582 até a Avenida Pasteur.

O que levar

Por ser um trilha simples, leve apenas um pouco de água e seus pertences. Se puder, leve dinheiro para almoçar ou pegar o bondinho na volta!

Diferenciais da trilha

A trilha é uma opção excelente para quem não quer fazer grandes esforços, mas ainda deseja aproveitar a natureza. E o visual compensa a subida!



5- Trilha Morro dois Irmãos

Pessoas na Trilha Morro dois Irmãos Fonte: Elmistihostels

A trilha do Morro Dois irmãos é uma das mais impressionantes no que diz respeito a vista do seu final. De lá, é possível ver de pertinho toda a zona sul do Rio de Janeiro e o mar que a cerca.

Apesar de muitas pessoas terem receio de ir até ela, a Trilha é bastante tranquila e está sempre cheia de turistas e moradores locais. Porém, caso você ainda não conheça bem o Rio, pode ser interessante fechar um pacote com algum guia turístico.

Como chegar até a trilha

A trilha se inicia na comunidade do Vidigal, mais especificamente no campo de futebol Vila Olímpica. Para chegar até lá, o turista pode utilizar o VLT saindo da Rodoviária Novo Rio.

Basta pegar a linha L1 e seguir até a estação Cinelândia. De lá, pegue o BRS até a estação Condomínio Edifício M. Ao chegar na comunidade, vale a pena utilizar o moto táxi até a entrada da trilha – ou ir a pé, se estiver em grupo.

O que levar na trilha

Leve sempre água e algo para beliscar. A trilha tem duração de 40 minutos e é considerada de pouca dificuldade. Mesmo assim, saiba que são cerca de 1,5 km, com alguns trechos íngremes, então, vá com uma roupa confortável e tênis.

Diferenciais da Trilha

Ao chegar no topo do Morro Dois Irmãos, é possível não apenas apreciar a vista, como também saltar de parapente com um instrutor especializado. Os valores variam bastante, dependendo do local onde você comprar, porém, é interessante fazer a reserva com alguns dias de antecedência e ver se o tempo estará bom para realizar o voo com segurança.

Gostou das nossas dicas de trilhas no Rio de Janeiro? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos!