MEU PEDIDO
Passagem de ônibus
Publicidade
Auto Viações
Utilidades
Turismo
Serviços
Dicas
Empresa
MEU PEDIDO

Adquira sua passagem de ônibus

Origem
Destino
Partida
Retorno
(Opcional)

Saiba Com Funciona o Transporte de Animais de Estimação nos Ônibus!

Cachorro no meio de várias malas

Você sabia que no Brasil há mais de 132 milhões de pets? Isso mesmo, um país com pouco mais de 200 milhões de pessoas possui mais de 130 milhões de animais de estimação. É muita coisa, né?!

O Brasil ocupa a terceira posição do ranking de países que mais possuem animais domésticos, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos. O IBGE estima que a tendência de crescimento dessa população é de 5% ao ano, enquanto a de humanos não chega a 1%.

Mas não estamos falando apenas de números, os pets são muito mais que isso. Pesquisas apontam que na maioria dos lares brasileiros os animais domésticos são considerados membros da família.

E o que isso significa? Significa que os pets também têm direito a certas atividades que até então era exclusividade dos seres humanos. Alguns exemplos: creche, festa de aniversário, psicólogo, cerveja com os amigos e até mesmo viagens.

Devido a isso, o mercado consumidor teve que se adequar. Para que você entenda a grandiosidade disso tudo, um dos maiores institutos da área estima que em 2017 mais de R$ 25 bilhões tenha girado na economia do país por causa desse segmento.

Entre tantos mercados que tiveram que se adaptar está o de transporte, afinal, quem é que vai viajar e se sente bem deixando um membro da família para trás? Os chamados “pais de pet” é que não são!

Como esse assunto tem chamado bastante atenção, abaixo vamos listar as principais dicas burocráticas e de segurança para que você possa levar seu bichinho de estimação com você na próxima viagem. Acompanhe e saiba mais!

Cães e Gato

Cachorrinho filhote e um Gatinho Fonte: Petz

São mais de 52 milhões de cães e mais de 22 milhões de gatos nos lares brasileiros. E quem disse que eles precisam ficar em casa quando os donos viajam?

Antes de qualquer coisa, é preciso que você saiba que cada companhia de transporte pode definir suas próprias regras, ok? Portanto, o recomendado é que você entre em contato com a viação em que viajará para pedir mais detalhes.

Mas de um modo geral, podemos dizer que as principais determinações são em relação ao tamanho e saúde do animal:

  • É permitido o embarque apenas de cachorros e gatos de pequeno e médio porte, ou seja, até 10 quilos;
  • O tutor do animal deve apresentar documento assinado por médico veterinário atestando a boa saúde do pet. Este documento só é aceito se for emitido até 15 dias antes da viagem;
  • É necessário apresentar a carteira de vacinação do animal, constando as vacinas polivalente e antirrábica.

Lembrando que quando se trata de cão guia não há limites de peso para o animal, ou seja, pode ser transportado independente do tamanho.

Aves

Passarinho em gaiola Fonte: Neonpetshop

As aves só perdem para os cachorros quando o quesito é população nas casas brasileiras, sabia? Portanto, nada mais justo que também poderem viajar junto com seus donos.

Se esse for o seu caso, além das questões relacionadas ao atestado veterinário e carteira de vacinação, as aves exigem também autorização do IBAMA. Aliás, não só as aves mas como todo animal silvestre.

Como transportar seu animal de estimação

Cachorro ao lado da mala de viagem Fonte: Gazeta do povo

Depois de conhecer mais sobre o transporte de animais você decidiu levar o seu para uma viagem? Então, se ligue nessas dicas!

Ao chegar na Rodoviária Novo Rio é preciso que você já tenha uma caixa de transporte adequada para seu(s) pet(s). O máximo que você pode transportar são dois animais por viagem, ok?

Onde colocar o animal no ônibus?

Mulher segurando caixa do animal no colo durante a viagem de ônibus Fonte: Correio independente

Converse com o veterinário sobre a possibilidade do animal tomar um remédio tranquilizante para que a viagem não seja tão difícil para ele. Mais um ponto importante é em relação ao local onde o pet ficará durante a viagem: não é permitido que fique no corredor, pois pode causar um incidente nem na poltrona ao lado – ao menos que pague passagem, assim como faria se uma pessoa fosse viajar. Ah, o animal não pode sair da caixa de transporte durante o percurso de jeito nenhum!

Higiene do animal

Homem limpando as vezes do animal Fonte: Noticias ao minuto

Importante ressaltar que a higiene deve ser sempre preservada, afinal, mais pessoas compartilharão do mesmo espaço que você e o seu pet, portanto, é fundamental estar preparado para certas situações.

Além disso, aproveitar os momentos de paradas do ônibus para que o bichinho possa fazer suas necessidades e andar um pouco é muito importante para a saúde dele. Não se esqueça disso!

No mais, havendo imprevistos antes do embarque, basta se dirigir ao nosso balcão de informações da Rodoviária Novo Rio e fazer seus questionamentos. Os atendentes são super simpáticos e têm como missão esclarecer todas as suas dúvidas.

E aí, se animou para levar o pet para a próxima viagem? Se atente às regras, planeje os detalhes importantes e aproveite a viagem ao máximo com seu bichinho de estimação, temos certeza que será uma ótima experiência!

Contato